3 / Organização

A Organização Diplomática do Autistão

A versão brasileira do nosso emblema (ou selo), que existe em outros idiomas


A definição da Organização Diplomática do Autistão:

– Versão estatutária: “Organização internacional não governamental diplomática, pacífica e autista, destinada a explicar, representar e preservar o mundo mental dos autistas e do autismo”.

– Versão simplificada: “Uma organização 100% autista e sem fins lucrativos como uma relação respeitosa entre o mundo mental dos autistas (ou do autismo) e do mundo não-autista”.

– Ou, ainda mais simplificado: “Uma ponte entre autismo e não autismo”.

É possível dizer que o Autistão é sobre a vida espiritual e mental dos autistas, enquanto as outras organizações (como associações de autistas ou pais) são sobre sua vida material.
Assim, podemos também dizer
que: – As Embaixadas (e Embaixadores) do Autistão estão representando “a parte da pessoa autista que está no Autistão”, do ponto de vista da adaptação ao au
tismo – enquanto as outras organizações (de ” auto-defesa ”) estão representando“ a parte da pessoa autista que está na Terra ”(no mundo material), geralmente do ponto de vista da adaptação ao sistema social.

Embora o Autistão não seja reconhecido como um país “real”, o conceito de Embaixadas e Embaixadores tem uma natureza “para-diplomacia”, tão válida quanto a do “Modelo das Nações Unidas” (para os jovens), por exemplo.


A Organização Diplomática Autistão no mundo:


Desde outubro de 2016, o criador do nome “Autistão”, Josef Schovanec (um autista muito conhecido na França), é o padrinho do conceito da Organização Diplomática do Autistão.