loader image
Site Overlay

Criação do conceito NatureDefenders.org

A rede Nature Defenders pretende defender a natureza, a naturalidade e a vida com base na ideia de que o que é artificial quase sempre se opõe à vida, especialmente quando as coisas artificiais se destinam a substituir as coisas naturais…
Esta abordagem pode ser analisada para demonstrar seu valor e limitações.
Essa ideia se aplica a coisas tangíveis e intangíveis.

Considerando que a “biodiversidade” obviamente inclui a espécie humana, podemos então defender o conceito de “biodiversidade humana”.

Nature Defenders visa, em particular, a defesa de minorias humanas “biológicas” (como autistas, pessoas com síndrome de Down, etc.) e minorias étnicas (em particular “nativos” e outros humanos distantes da civilização).

Nature Defenders também propõe a ideia de que a artificialização da sociedade humana deveria teoricamente levar ao seu desaparecimento:

  • ou tornando quase todos os humanos uma espécie de humanóide “mecânico”, “automático” e escravizado por máquinas não humanas, o que leva não à morte, mas à “perda da humanidade da Humanidade ”(Ou seja, a desumanização da espécie humana);

  • seja pelo desenvolvimento de máquinas, substâncias ou raciocínio capazes de destruir a espécie humana (e outras) em massa, por falta de capacidade de controle suficiente;

  • seja fazendo as duas coisas ao mesmo tempo (o que está acontecendo no momento), o que combina o risco altamente plausível de destruição da humanidade ao da destruição da própria Humanidade.

Nature Defenders defende a ideia de que as minorias humanas menos modificadas pelo sistema social preponderante, “artificializando” e desnaturando, estão entre as raras muralhas – e talvez as únicas – contra este risco de extinção da Humanidade, e que portanto, tudo deve ser feito para proteger essas minorias humanas “não desnaturadas”, em vez de fazer (como agora) o oposto, em uma raça materialista ilusória, sem sentido e mortal de longo prazo.

Nature Defenders está em harmonia com a Organização Diplomática do Autistão, cuja filosofia geral é baseada na mesma visão de mundo.

Concretamente, a priori seria necessário:

  • 1 / Construir um sistema de optimização dos esforços já existentes (por particulares ou por organizações), graças ao voluntariado e aos meios técnicos informáticos (reconhecidamente artificiais mas tornados necessários pela avassaladora disparidade de meios).

  • 2 / Definir e, em seguida, realizar ações (pacíficas) úteis para o objetivo perseguido.